5 motivos para a sua empresa automatizar regras de negócio

por ViaFlow em 12/09/2016
0 comentários

5 motivos para a sua empresa automatizar regras de negócio 
 
Em um universo em que novas formas digitais permitem aferir o ambiente de negócio de forma muito mais rápida e eficaz, identificando oportunidades, a tomada de decisões também precisa ser cada vez mais ágil e certeira. Foi para otimizar estes processos de gestão de decisões, e ganhar fôlego no mercado competitivo com passos maiores, que surgiram as plataformas BRMS (Business Rules Management Systems): tecnologia que captura as lógicas de negócio e automatiza as regras através das aplicações, o que permite que estas regras sejam representadas de forma centralizada em repositório único e corporativo. 

 
Uma plataforma de BRMS ajuda a criar, executar e gerenciar modelos de tomada de decisão com facilidade. Separando decisões de processos é possível reduzir tempos requeridos e incrementar eficiência para modificar regras de negócios em resposta às mudanças internas ou externas, como por exemplo o surgimento de novos fornecedores, ameaças competitivas ou alterações em regulamentos setoriais ou de legislação. 
 
Utilizar uma plataforma para a gestão das regras do negócio significa, entre tantas coisas, melhorar o controle e minimizar riscos nas decisões. Antes disponíveis apenas para grandes empresas, hoje tornou-se um diferencial competitivo e acessível. Assim, pequenas e médias empresas também podem entrar de vez para o mundo da automação de processos, utilizando oferta inteligente de produtos e serviços, atendimento personalizado, roteirização de carga, suprimento, suporte local ou remoto, setup de produção, controle de qualidade, aferição de compliance e outros procedimentos que necessitem decisões. 
 
Os sistemas de gestão de regras de negócio podem ser integrados com sistemas legados gerando maior aproveitamento do capital investido. Dessa forma, os sistemas existentes podem ser facilmente integrados com a central de motor de regras. Mudou a regra? Altera no repositório e automaticamente reflete em todos os sistemas relacionados. Além disso, a manutenção das regras de negócio não precisa ficar 100% com a área de tecnologia da informação, mas pode ser feita por área de negócio capacitadas para tal. 
Como qualquer solução de automação, requer planejamento antes da implementação. Analisar o todo e as necessidade de automação e controle é fundamental para criar uma arquitetura inteligente e escalável. Devemos lembrar que o software é uma ferramenta de apoio ao negócio e, dessa forma, pensar nas necessidade antes faz parte de uma implantação de acordo com as melhores práticas. Ter um software que controle as regras do negócio significa expandir a competitividade do negócio em cinco áreas:
 
1. Agilidade e aumento de autonomia na tomada de decisões; 
2. Maior rapidez na alteração das regras de negócio, eficiência e produtividade; 
3. Minimização de riscos e garantia de conformidade com a Política e Regulamentação; 
4. Melhor atendimento ao cliente; 
5. Identificar novas oportunidades e ganhos.