Uma nova forma de contratar profissionais de TI terceirizados

Uma nova forma de contratar profissionais de TI terceirizados

Compartilhe:

Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print

O Viaflow CoSourcing é a evolução do modelo tradicional de outsourcing de profissionais de TI. Ele foi criado para ajudar na relação entre as empresas envolvidas e os profissionais, através de uma gestão de pessoas personalizada pela Viaflow, minimizando turn over, perda de conhecimento de negócio e atraso na entrega de projetos de tecnologia.

 

Para entender um pouco mais sobre o que levou a Viaflow Talentos e Tecnologia a pensar em uma forma mais moderna e eficiente de fornecer terceirização de profissionais de TI para o mercado brasileiro, entrevistamos Graziele Rossato, CEO e fundadora da empresa.

 

 

 

Viaflow: O que motivou a Viaflow a criar o modelo CoSourcing?

Graziele Rossato: O principal motivador foi, sem dúvida nenhuma, o propósito muito claro da Viaflow em ter foco nas pessoas. Além disso, observamos que a oferta de outsourcing não gerava o devido engajamento entre as partes relacionadas, com confiança, alinhamento com cultura, propósito, pouca preocupação com planejamento de carreira e acompanhamento dos profissionais. Vale citar ainda o alto turnover nessa linha de serviço, pelo fato das pessoas não se sentirem parte de nenhuma das empresas, nem fornecedor e nem cliente, gerava impactos significativos na entrega de projetos e perda de conhecimento de negócio e aprendizado. Diante desse contexto e procurando olhar sempre os desafios como oportunidades, é que resolvemos iniciar o processo de criação dessa nova oferta focada na humanização do outsourcing.

 

 

Viaflow: Como foi o processo de criação dessa nova forma de ofertar outsourcing?

Graziele Rossato: Primeiramente nos preocupamos em entender com os envolvidos (clientes, profissionais, consultores, parceiros) se o reconhecimento da problemática fazia sentido. Iniciamos com uma sessão de design para discutirmos e apontarmos todos os problemas relacionados ao tema. Em parceria com CriaLab TecnoPUC/RS fizemos algumas sessões de design, usando toda a metodologia e ferramentas aderentes a nossa demanda até a etapa da prototipação. Foi muito bacana ver o engajamento e as contribuições de todos nesse processo de construção.

 

 

Viaflow: Quais as principais diferenças entre o CoSourcing e o modelo tradicional de Outsourcing de profissionais de TI?

Graziele Rossato: O foco e a compreensão que o ser humano é parte principal no processo. Além disso, o entendimento de que numa relação como essa de outsourcing existe não apenas empresa fornecedora e empresa cliente, mas times compostos por indivíduos que tem suas vontades e ambições profissionais, que precisamos compreender para conseguir exponencializar suas capacidades de entrega e realização de projetos. Alguém precisava tomar conta disso e nós estamos fazendo exatamente isso, em parceria com nossos clientes.

 

 

Viaflow: Quais os principais benefícios para as empresas contratantes?

Graziele Rossato: Muitos! Citaria como principais o aumento de produtividade das pessoas, maior engajamento dos times, mais projetos de tecnologia entregues, redução da perda de conhecimento de negócio e redução de custos no processo de contratação e gestão das pessoas de forma geral.

De acordo com um de nossos clientes que já utilizam o modelo de CoSourcing, “Desde a concepção, o Cosourcing Viaflow tratou da causa, não do efeito: entender como co-construir uma solução que, de fato (e não apenas no discurso) integrasse culturas, desde o acolhimento do colaborador, passando pelas sinergias de valores, crenças e objetivos das organizações contratantes. É mais do que um contrato, de prestação e contraprestação, é uma construção constante em torno no principal ativo das companhias: as pessoas.”

 

 

Viaflow: E para os profissionais contratados, quais são as principais vantagens de trabalhar no modelo de CoSourcing?

Graziele Rossato: O fato de que estamos preocupados com o profissional enquanto indivíduo, com o seu desenvolvimento de carreira e na sua evolução tecnológica através de desafios e de um acompanhamento próximo desde o momento da contratação e onboarding. Um acolhimento na jornada completa conosco com apoio do cliente.

 

 

Viaflow: Na sua análise, quais os tipos de empresas onde o CoSourcing se adequa melhor?

Graziele Rossato: Simplesmente todas que trabalhem com o modelo de contratação de profissionais de TI terceirizados. As empresas que já atuam com esse tipo de contratação já conhecem bem os desafios do modelo tradicional e, certamente verão no CoSourcing uma forma mais eficiente de contratar profissionais terceirizados.

 

 

ViaFlow

ViaFlow

Consultoria focada na aproximação da tecnologia com os negócios e as pessoas, visando inovação, automação e transformação.
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print