rpa ou api

RPA x API: qual a melhor opção de integração?

Compartilhe:

Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print

Quer saber qual a melhor opção na hora de realizar integrações na sua empresa? Nesse artigo explicarei de forma simplificada as diferenças entre API e RPA e como escolher a melhor opção para seu negócio.

Podemos dizer que possuímos duas entradas, APIs são as portas do fundo, já RPA a porta da frente!

“Legal, mas o que isso quer dizer?”

Bom, falando de APIs, significa que elas interagem internamente com os sistemas, onde precisamos de desenvolvimento (codificação), diretamente no código da aplicação. Precisamos que a aplicação esteja preparada para isso. Necessitamos também de recursos especialistas para trabalhar na arquitetura e implementação desses serviços, ainda sem contar nos processos de testes e deploy em produção e a cada nova necessidade este ciclo se repete. Dá para perceber que não é um processo simples e muitas vezes demorado. Mas por sua vez, a integração via APIs é online, onde a troca de informações é imediata entre sistemas (aqui está a chave da questão).

>> Saiba mais sobre as vantagens de utilizar integração na sua empresa.

Já com o RPA, é possível levar dados de um sistema para o outro utilizando a camada de interface de usuário, ou seja, simulando o que um usuário faria (Digitação, Consultas, Ctrl+C e Ctrl+V entre aplicações, etc.). É viável também, copiarmos os dados, tratá-los, para posteriormente imputarmos em outro sistema. Existem inúmeros recursos nas ferramentas de RPA (conhecido como conectores) que podem apoiar essas operações. Para implementação via RPA é necessário somente que o keyuser (quem executa manualmente) saiba explicar a um desenvolvedor de RPA como é sua rotina de trabalho. E para keyusers mais curiosos, é possível que ele mesmo seja capaz de implementar suas tarefas para execução de um robô. Notem que eliminamos especialistas de desenvolvimento das APIs e estamos trabalhando com a visão de um keyuser. Aqui também não é necessário todos aqueles processos de desenvolvimento que conhecemos. Mas, tem um fator muito importante, para ter uma integração on-line com resposta imediata entre aplicações via RPA, seria necessária uma capacidade alta de execução, envolvendo máquinas e licenciamento de robôs, o que apresenta um custo alto..

>> Conheça o Zillion RPA, a solução de robotização da Viaflow!

“Bom, quando então devo usar APIs ou RPA para integrações?”

Uma boa dica é analisar quão crítica é sua integração em nível de tempo de resposta.

Se é necessário uma resposta imediata (milésimos de segundos) recomendo o uso de APIs, mesmo que o esforço para desenvolvimento e disponibilização do serviço seja mais lento. No entanto, se a necessidade de integração não tem como fator crítico o tempo de resposta, pode ir para o RPA sem medo.

Outro fator para análise, é verificar a capacidade de aplicação de APIs nos sistemas, pois muitas vezes não existe ou não é liberado pelo fornecedor/fabricante. Sendo assim, usar RPA é o caminho.

Alguns exemplos práticos de escolha entre RPA ou APIs:

  1.  Preciso realizar a integração entre um sistema de vendas com um sistema de estoque, para imediatamente durante um pedido on-line, informar ao cliente a disponibilidade do produto. Utilizaria APIs.
  2.  Preciso capturar todos os pedidos digitados no meu sistema de vendas e consultar a situação do meu cliente (por exemplo, no serasa), planejar a entrega no meu sistema de estoque, faturar o pedido (dependendo da situação do meu cliente) e notificá-lo sobre a data da entrega. Esse processo não necessita ser on-line, mas respeitar um deadline de 5 a 10 minutos. Utilizaria RPA
  3. Preciso ao final do dia extrair uma massa de dados de uma aplicação para imputar em outra periodicamente. Sem dúvidas RPA
  4. Meu fornecedor não permite que eu utilize as APIs ou acesse o Banco de dados, mas eu consigo realizar as consultas e inserções pela aplicação. Utilize RPA

Espero que com essas informações você consiga tomar a melhor decisão. Com meus parceiros de negócios, sempre busco contribuir de forma assertiva, não entregando “respostas prontas”. Opto sempre por mergulhar no seu processo, identificar a necessidade e construir uma solução que aumente a eficiência e gere o resultado idealizado.

Isso é cocriar, gerar valor e agir focado na solução.

>> Implemente RPA e API na sua empresa, fale com um de nossos especialistas!

Julio Comin

Julio Comin

Digital Business Manager - Aproximando a tecnologia dos negócios e das pessoas
Share on linkedin
LinkedIn
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Share on print
Print